quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Caco reluzente

Quem corre é porque pressa tem.
Ou de chegar antes,
Ou de ver quem atrás vai.


Quem corre é porque
Tem medo que a calmaria mostre aos outros
Os erros que cometera por trás


Quem corre teme aos que são pacientes,
Que analisam para saber,
E não correm para esconder


Quem corre tem pressa de algo
Que ali não se cultua
E quem corre
- Mais que tudo,
Com a pressa que tu corres -
É porque algo esconde.
Nas escuras travessas
Nas noites de luas


Quem corre como tu
Sabe que logo mais
Topa em qualquer diamante
Que te faz perder a linha


Mas quem com tanta pressa se vai
Mal percebe que o diamante é joia falsa
Tipo bijuteria
Quem tanto corre não repara nos detalhes
Esquece que caco de vidro também reflete
E contenta-se com os cacos ao invés
De contentar-se realmente com os verdadeiros diamantes:


Aqueles que com a pressa, tornam-se imperfeitos





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela atenção, volte sempre e deixe seu comentário, que é muito importante!